Pilates
|
11/1/2022

Porque você deve fazer Pilates em 2022?

Veja neste artigo tudo sobre o método Pilates e entenda por que é uma atividade física promissora em 2022! Vem com a Omega4 que te deixamos a par!

porque-voce-deve-fazer-pilates-em-2022

Porque você deve fazer Pilates em 2022?

Se você está à procura de algum tipo de atividade física para praticar em 2022, uma boa dica é o método Pilates. Por ser um método controlado e preciso, os riscos de lesões são mínimos quando comparados com outras atividades.

Frente a isso, se você tem dúvidas sobre qual método escolher para manter sua saúde em dia, você pode optar pelo Pilates, pois é um método de exercício que trabalha o corpo como um todo, inclusive integrando mente e espírito a fim de se conseguir um perfeito equilíbrio entre essas três vertentes.

Nesse post mostraremos a importância de se praticar o método assim como o tempo para se obter resultados visíveis e satisfatórios. Se essa é sua grande dúvida, leia o post até o fim para ficar por dentro de todos os detalhes que circundam esse método que vem ganhando o coração de tantos brasileiros nos últimos anos.

O que é Pilates?

O método Pilates foi desenvolvido há muitos anos (na primeira guerra mundial) por um alemão chamado Joseph Pilates. Ele era uma criança muito magra (raquítica) e com vários problemas respiratórios como asma e bronquite.

Com tantos problemas de saúde, Joseph percebeu que precisava praticar algum tipo de exercício para manter seu corpo em forma e amenizar os sintomas comuns das patologias que tinha.

Com a criação dos seus exercícios, Joseph conseguiu definir sua musculatura e até se tornou modelo anatômico, assim como seus problemas respiratórios amenizaram muito.

Joseph Pilates nunca parou de praticar os exercícios que desenvolveu e até quando foi preso pelas forças armadas da Inglaterra (por ser alemão em terra inimiga), não parou de praticar e ensinou seus colegas de confinamento suas técnicas. Com isso, nem Joseph nem seus colegas foram contaminados com a gripe que assolou o mundo nessa época.

Com isso, Joseph observou que seu método era bom para várias outras coisas além da definição dos músculos, mas que para isso era preciso manter uma rotina de exercícios, ou seja, o corpo nunca poderia ficar parado, deveria estar em constante movimento.

Quem pode praticar o método Pilates?

O método Pilates pode ser praticado por qualquer tipo de pessoa, independentemente de sua idade ou condição de saúde, pois os exercícios nada mais são que movimentos fisiológicos do corpo humano.

Diante disso, hoje podemos dizer que crianças, adolescentes, adultos e idosos podem praticar os exercícios propostos pelo método, independente de terem comorbidades associadas ou não.

Quais os princípios do método Pilates?

O método Pilates se baseia em seis princípios básicos e fundamentais, sendo eles: respiração, fluidez, concentração, controle, precisão e centralização.

Todos esses princípios devem ser associados e colocados em prática quando executamos os exercícios propostos por Joseph Pilates, pois quando associamos todos eles, temos movimentos precisos e controlados, muito fiéis aos movimentos fisiológicos que nosso corpo desempenha, ou seja, movimentos perfeitos e sem compensações.

A respiração utilizada no Pilates foi baseada na técnica utilizada pelos lutadores de artes marciais, que expiram de forma voluntária e forçada a fim de distribuir melhor a força dos membros superiores e inferiores para a região do Core.

Muitos dos princípios do método Pilates foram tirados de práticas que Joseph Pilates fazia como natação, yoga, artes marciais, esqui, ginástica, boxe e outras.

Quais os benefícios do método Pilates?

O método Pilates apresenta muitos benefícios, a nível muscular, sistêmico e mental.

Dentre os principais benefícios podemos citar os mais comuns:

  • Melhora da postura estática e dinâmica;
  • Melhora da força, resistência e flexibilidade muscular;
  • Melhora da circulação sanguínea e linfática, com isso melhora quadros de edema crônico por exemplo;
  • Melhora da qualidade de vida e bem-estar global;
  • Melhora de quadros como ansiedade, depressão, estresse e fadiga;
  • Melhora do condicionamento físico;
  • Melhora da densidade óssea, prevenindo quadros de osteopenia e osteoporose;
  • Redução das dores crônicas;
  • Melhora de patologias relacionadas à coluna vertebral, quadris e joelhos por exemplo.

Esses são os benefícios mais comuns de serem encontrados e que todas as pessoas podem obter com a prática do método. Porém, com o decorrer dos anos novas coisas surgem e o Pilates sempre se mostra efetivo para novos casos de patologias como é o caso do novo Covid-19.

Estudos já relataram que pacientes sequelados do Covid-19 têm grandes melhorias quando praticam o método Pilates após o contágio com a doença, pois as sequelas deixadas são: fraqueza muscular, fadiga e cansaço.

Outros estudos ainda relatam que pacientes que praticam o método Pilates regularmente, tem grandes chances de não ter o quadro grave da doença.

Por quanto tempo devo praticar o método Pilates?

Apesar de muitas pessoas terem esse tipo de dúvida, não existe um consenso na literatura que afirme por quanto tempo deve-se praticar o método.

Porém sabemos que quanto mais tempo praticarmos, melhor nosso corpo estará, ou seja, mais preparado e condicionado estaremos.

Muitas pessoas acreditam que em pouco prazo conseguirão corpos definidos e perfeitos, com forças equilibradas e movimentos bem executados, porém para se conseguir tais resultados é preciso disciplina e rotina.

Como não existe um consenso sobre prazos para se praticar o método, você deve ter em mente que é preciso colocar essa prática na rotina de seus dias e fazer dela algo essencial para sua vida.

Em se tratando da rotina, podemos dizer que o mínimo para se praticar seja 2 vezes por semana e o máximo de 5 vezes por semana, levando em consideração que aos sábados e domingos você deve tirar para descansar, pois a prática de atividade física em excesso pode ser prejudicial.

Após escolher quantas vezes na semana treinar, saiba que as aulas terão duração de aproximadamente 1 hora. Uma dica valiosa é começar devagar, caso você não esteja acostumado a treinar, e ir aumentando gradativamente à medida que seu corpo se acostuma com os exercícios propostos pelo método.

Quais tipos de exercícios irei fazer no método Pilates?

O método Pilates se baseia em seis princípios fundamentais que são: precisão, controle, centralização, respiração, fluidez e concentração.

Quando os exercícios são realizados com todos os seis princípios em ação, obtemos movimentos perfeitos e coordenados, sem nenhuma compensação, ou seja, não há sobrecarga em nenhuma articulação e o risco de lesões é reduzido consideravelmente.

As aulas de Pilates são divididas em vários tipos de exercícios, dentre eles exercícios de força muscular, resistência e alongamentos.

Alguns dos exercícios mais comuns são:

  • Ponte: deitado de costas, com os joelhos dobrados e pés apoiados no chão, eleve o bumbum para cima, tirando-o do chão. Repita esse movimento por 10 vezes em 3 séries. Lembre-se de dar um intervalo entre as séries;
  • Abdominais: embora muitas pessoas achem que não podem fazer esse tipo de exercício, ele é indicado para todas as pessoas, desde que feito de forma correta e supervisionado pelo profissional que ministra as aulas. O exercício é realizado deitado de costas, com os joelhos dobrados e os pés apoiados no chão e consiste em tentar levantar, ou seja, se sentar retirando as costas do chão. Faça três séries de 10 repetições dando um intervalo entre as séries;
  • Alongamento de cadeia posterior: a região posterior do nosso corpo é a mais suscetível a encurtamentos. Diante disso, nas aulas de Pilates trabalhamos muito os alongamentos dessa região a fim de se conseguir melhor eficiência na execução dos demais movimentos.
SOBRE O PILATES OMEGA4

A Omega4 oferece um serviço de Pilates impecável, com unidades nas melhores localidades de São Paulo. Qualquer unidade da Omega4 oferece uma infraestrutura preparada para te oferecer o melhor Pilates de São Paulo!

Saiba mais!
CONTEÚDOS RELACIONADOS
Saiba mais sobre

Porque você deve fazer Pilates em 2022?

E receba mais conteúdos relacionados a Pilates!
Thank you! Your submission has been received!
Oops! Something went wrong while submitting the form.
Site produzido por Digitalize Now.