12 benefícios do Treinamento Funcional

12 benefícios do Treinamento Funcional

O conceito do treinamento funcional é que todo exercício tem que ser mais natural e estar em sua vida diária. Seus exercícios ativam mais os músculos e, assim, consomem mais energia e queimam mais gordura corporal.

Seus exercícios são baseados em movimentos naturais do corpo, como correr, puxar, pular, girar, empurrar, agachar, estabilizar, levantar, arremessar, saltar e etc. Por ter uma infinidade de combinações de exercícios, costuma ser mais dinâmico, criativo, inovador e motivacional do que a musculação, além de proporcionar o fortalecimento muscular.

Além de ter como complementos nas atividades dos treinos equipamentos como elásticos, bolas, cordas e hastes. Não foca só no aumento da massa muscular, mas sim na melhora do condicionamento físico, aumento da força e da resistência corporal.

Veja a seguir mais 12 benefícios do treinamento funcional, essa modalidade que vem sempre ganhando mais adeptos.

1. Aumenta a força muscular: o corpo inteiro mais forte

Muitos praticantes do treinamento funcional aderem a essa modalidade devido a sua eficácia na tonificação muscular. Em suas vantagens comparado a musculação, seus movimentos são mais completos para esse objetivo.

Por exemplo, quem busca tonificar os glúteos, ao invés de fazer exercícios apenas para contração deles isoladamente, o treino funcional irá exercitar também as fibras estabilizadoras e dependendo do movimento, outros grupos de músculos.

2. Corrige a postura

Atualmente a maioria das pessoas tem algum problema ou queixa sobre sua postura, ou até dores. Por motivos como muitos trabalhos que necessitam de horas demasiadamente na mesma posição, ou tempo demais dirigindo, no transporte, inclinado mexendo no celular e entre outros hábitos dessa geração que criaram desconfortos geras pela postura incorreta.

O treinamento funcional fortalece os músculos do abdômen que irão manter a coluna reta. E conforme você mais treinando mais consciência corporal você adquire que irá corrigir toda a postura durante os movimentos do treino. E assim, levar esses hábitos para sua rotina, com o alinhamento do quadril, pescoço e ombros e também a contração do abdômen.

3. Fortalece o core

O core é como um cinturão que abrange todos os músculos das áreas que circundam o umbigo: lombar, abdominal, pélvica e do quadril. É essencial que essa região corporal seja sempre muito bem trabalhada, pois ela irá resguardar toda a coluna vertebral e dar sustentação ao tronco.

Com o core fragilizado o corpo inteiro fica sem estabilidade e até compromete os movimentos das pernas e braços. Isso porque a maioria dos músculos é interligada à coluna ou à pelve. A instabilidade do core sem um tônus diminui a potência dos movimentos corporais, sua amplitude e controle, prejudicando a execução de todos os movimentos.

Dores nas costas com frequência, lombar latejando são sintomas comuns de indivíduos que não desenvolvem corretamente a musculatura do core.

No treino funcional, essa região é muito trabalhada por meio de várias alternativas. Por exemplo, o exercício da prancha isométrica, com diversas possibilidades, trabalhando diversas áreas do corpo e de forma intensa, com movimentos basicamente simples, porém com potência e eficácia.

4. Acelera o emagrecimento

Um instrumento primordial para emagrecer ou perder gordura localizada é o conhecimento sobre o próprio corpo. A consciência corporal não é um aprendizado rápido e sempre pode ser ampliado, melhorado, já que o corpo sempre está sofrendo mudanças.

Outro benefício do treino funcional permite diversas descobertas em relação ao seu próprio corpo. Conhecendo seus limites, corrigindo sua postura, por exemplo. É fundamental ter a consciência do seu corpo e perceber seus próprio esforço, entender a medida certa daquele estímulo que vai tirar o sedentarismo e, principalmente, sem submeter o músculo ao estresse excessivo e desnecessário que pode gerar lesões.

A amplitude e controle dos movimentos irão evoluir conforme o praticante for adquirindo força e consciência e quanto maior essa amplitude maior vai ser o gasto de caloria de cada exercício. É muito importante entender os movimentos executados, realizando com a eficácia precisa e sem desperdício de energia.

Os exercícios do treino funcional tem muita potência, aumentando assim o processo de emagrecimento e queima de gordura, já que por mais que sejam 30 ou 40 min de aula são com a eficácia precisa agilizando todo o processo de queima.

5. Diversidade de exercícios

Existem pessoas que buscam por uma variedade para se manter disposto e entusiasmado com a atividade, então para elas essa é um grande benefício e motivo para aderir ao Treinamento Funcional.

Variando da musculação, o treino funcional trabalha com exercícios dinâmicos, diversificando a rotina, com mobilidades maia naturais e sem ser demasiadamente mecânicos e exaustivos.

Além dessa variedade ser importante para quem busca dinamismo como motivação, irá oferecer diversos estímulos que são fundamentais para bons resultados em todo o corpo. Pois, o corpo se adapta rapidamente aos mesmos movimentos, então após um período com os mesmos exercícios ele vai parar de evoluir, perdendo intensidade e estagnando.

6. Melhora o desempenho cardíaco

Além de trabalhar a força a maioria dos exercícios do treino funcional irão trabalhar altamente o sistema cardiorrespiratório, por exemplo, o burpees e saltos. Trabalhando com a respiração os batimentos cardíacos.

É muito importante trabalhar essas funções porque os exercícios aeróbicos são extremamente necessários para a vida diária. Por exemplo: ajuda no controle do peso corporal, diminui a incidência de doenças como diabetes e hipertensão, vai capacitar os pulmões e o coração para trabalharem melhor, melhora a densidade óssea, auxilia no controle dos níveis de colesterol, pressão sanguínea e triglicérides e ainda, vai melhorar a capacidade de desempenhar as atividades cotidianas e os resultados nos treinos.

7. Perca de gordura corporal

Se uma das suas metas é emagrecer de forma saudável, o treinamento funcional é sua melhor opção, pois ele irá queimar muita gordura corporal. Além de, reduzir gordura localizada, consequentemente vai afinar a cintura, diminuir o culote, eliminar dobrinhas das coxas que incomodam.

O treino funcional ajuda a emagrecer e eliminar gordura porque ele queima a gordura em um processo bioquímico corporal.

A gordura existe no corpo pois ela tem suas importâncias nas funções orgânicas corporais, como o isolamento térmico, proteção de órgãos, gera a sensação de saciedade, transporta vitaminas e a gordura é um combustível celular ideal, já que suas moléculas carregam grande quantidade energética. Desse modo, é na forma de gordura que o corpo vai guardar o excedente de energia alimentar, como se fosse o seu estoque.

Só que como existem outras formas de energia disponível no corpo, como as dos músculos, a glicose. O excesso de gordura acaba sendo acumulado no corpo, quando ingerido em excesso ou quando não utilizado por falta de atividades físicas.

O corpo vai organizar quais energias vai usar, dependendo da duração e dor tipo de exercício que ele é submetido. O treino funcional então vai promover o uso desse excesso de gordura no corpo. E com o passar do tempo, conforme for mudando sua composição corporal, vai diminuir o percentual de gordura e aumentar o percentual de massa magra, aumentando a taxa metabólica. Desse modo, o corpo gata mais energia com as funções mais básicas como respiração, temperatura, digestão, entre outras.

8. Auxilia no combate contra o estresse, ansiedade e a depressão

É fundamental manter o corpo e a mente em equilíbrio e atualmente tem sido cada vez mais difícil cumprir esse objetivo. O estresse tem sido cada vez mais ativo na rotina moderna, jornadas de trabalho exaustivas, altos índices de violência, trânsito intenso, altas funções, dificuldades financeiras e entre outros.

Com todas essas situações acaba faltando tempo e disposição para cuidar devidamente do corpo e mente e cuidados como lazer, alimentação equilibrada, horas adequadas de sono e entre outras. Sendo assim porta aberta para transtornos como ansiedade e depressão.

Quando a pessoa já está em quadros com esses transtornos o ideal é a busca de um profissional especializado. Todavia, como outras atividades, cuidados, terapias, e para liberar endorfina e boas sensações corporais é excelente uma rotina de atividades físicas, como o treino funcional, levando qualidade de vida.

Várias reações corporais benéficas acontecem no corpo durante os exercícios físicos regulares, devido a liberação de hormônios e a ativação de neurotransmissores, como a serotonina (reguladora do humor, sono e apetite), a endorfina (produtora da sensação de relaxamento e prazer) e a dopamina (com efeito analgésico e tranquilizante).

Desse modo, essas reações e liberações causam saúde e bem estar, reduzindo a tensão, melhorando o foco excessivo dos problemas, auxiliando na melhora do sono, aumentando a libido, a autoconfiança e a autoestima.

9. Ajuda no equilíbrio e na flexibilidade corporal

A flexibilidade varia de cada corpo. Todavia, ela é uma necessidade para todas as atividades da vida. E no treino funcional, a maioria dos exercícios trabalham a máxima amplitude do movimento, gerando alongamento muscular, corporal.

Os exercícios vão trabalhar a flexibilidade melhorando ela com os treinos e promovendo também o trabalho do equilíbrio, com os movimentos que exigem o equilíbrio corporal, de forma dinâmica.

10. Melhora a relação tempo e benefício

É preciso encontrar o exercício certo para organizar o seu objetivo com o seu tempo, para assim funcionar na sua rotina. O exercício mais completo, eficiente e intenso irá te garantir mais resultados com o seu tempo. Por esse motivo, o treinamento funcional é a ótima opção para relacionar o seu tempo com os objetivos que você procura.

11. Melhora as lesões, sendo um ótimo processo de reabilitação

O treinamento funcional terapêutico vai desenvolver todas as necessidades dos alunos que buscam melhorias de lesões, no seu processo de reabilitação física. Garantindo mobilidade, força, equilíbrio, coordenação e estabilidade.

Além de auxiliar na melhoria de funções primordiais para uma boa reabilitação, como a resistência cardiovascular, força muscular, flexibilidade, resistência muscular localizada. Assim, trabalhando e melhorando as lesões de forma eficiente e saudável.

12. Trabalha a resistência, agilidade e condicionamento

O treino funcional propõe ao corpo trabalho de diversos músculos, como os dos membros inferiores, superiores e abdominais, gastando muitas calorias. O seu diferencial dinamismo, fugindo do tradicional como a musculação traz a exploração de aparelhos e equipamentos. Pode utilizar movimentos de boxe, usar corda naval, TRX, rolinho abdominal, rubber band.

Todos essas possibilidades vão unir benefícios diversos, como trabalhar o condicionamento físico em diversos movimentos, alcançando o melhor do seu condicionamento. Vai gerar a resistência física em diversas atividades, preparando deu corpo, respiração e músculos para o que vier. Além, de trabalhar a agilidade do seu corpo dos mais simples ao mais complexos exercícios.

Você conhece a história do Treinamento Funcional?

O quão funcional é o corpo do ser humano é uma habilidade testada diariamente, desde as sociedades antigas, onde isso era questão de sobrevivência. Segundo a linha histórica, na Grécia Antiga, nos jogos olímpicos, os gregos desenvolveram aparelhos e equipamentos, além de métodos que auxiliavam no treino dos atletas para uma superação e obtenção dos resultados maior. Em seguida, essa prática também foi aplicada na Roma Antiga, entre os gladiadores.

Hoje em dia, o Treinamento Funcional mantém a sua essência como um treinamento físico que trabalha o corpo de forma dinâmica, tendo como conceito base a melhoria da aptidão física relacionada para com a saúde, além da prevenção da lesão do músculo esquelético como um todo.

Além de tudo, o treinamento funcional tem como característica realizar a igualdade de habilidades biomotoras fundamentais do ser humano, para uma maior produção de movimentos mais eficientes, e a melhoria de rendimento em atividades produtivas do dia a dia, como o trabalho ou estudo do indivíduo.

Paul Chek foi o responsável por desenvolver um método de treinamento funcional focado nos movimentos fundamentais e naturais do corpo humano na época do homem primitivo, e que também são executados na rotina diária do homem moderno, utilizando movimentos como correr, agachar, abaixar, puxar, empurrar, levantar, girar, etc.

Algumas linhas de métodos do treinamento funcional discorrem sobre o treinamento com instabilidade física, ou seja, movimentos rápidos e bruscos, junto ao treinamento do core, que é o centro de força do corpo, formado pelos músculos do abdômen e próximos a coluna vertebral.

O treinamento do core, ou centro de força do corpo, como o treinamento de habilidades que visa melhorar a capacidade de controlar a posição e o movimento do tronco sobre a pelve e as pernas para permitir uma boa ou ótima produção, transferência e controle da força e movimento para o segmento distal, numa cadeia que possui atividades integradas.

Dessa forma, o resultado é um produto do controle motor e da capacidade muscular do complexo lombo-pelve-quadril com uma estabilidade muito melhorada.

O treinamento funcional, hoje, está no topo das atividades físicas modernas e inovadoras pelos profissionais envolvidos com qualidade de vida e resultados que são duradouros na vida dos pacientes. O treinamento é focado na vida de cada um dos pacientes, com bases históricas nos exercícios realizados na Grécia e Roma Antiga.

Na mitologia grega, os gregos se inspiravam e observavam a importância de certos desafios para os treinamentos com a obra “Os doze trabalhos de Hércules”, que eram a inspiração dos atletas e soldados gregos para manter o corpo alinhado com a mente avançada que a Grécia possuía.

No final dos anos 90, temos o início do treinamento funcional em São Paulo, localizado em uma academia onde o público alvo era focado para lutas, que depois acabou por expandir-se para os demais alunos. Também no final da década de 90, o método Pilates se firmava como uma nova forma – e inovadora – de atividade física em São Paulo. Algum tempo depois, ou seja, no começo dos anos 2000, surge uma versão de metodologia chamada ballness (que foi apresentado no fitness Brasil), onde os exercícios de Pilates eram aplicados utilizando o equipamento “bola suíça”.

Em 2004, é lançado o Treinamento Funcional Resistido, que marca a história do Treinamento Funcional no Brasil sendo o primeiro livro sobre treinamento funcional escrito por autores brasileiros.

Nele, temos os professores Maurício de Arruda Campos, além do Bruno Couraucci Neto, que apresentam uma versão de atividade física ligada a capacidade motora e funcional do dia a dia, que alinha o corpo e a mente e ainda possui uma característica fortíssima de reabilitação, fazendo o uso quase excessivo de exercícios integrados e seguindo a linha encontrada em artigos científicos.

No Brasil, existem sempre divergências sobre quais atividades são ou não funcionais para quem pratica o treinamento. Atualmente, existem métodos e meios semelhantes, mas que divergem em questão de origem e por isso geram especulações e conflitos nas informações e ensinamentos.

Logo, podemos concluir que, no Brasil, existem três linhas metodológicas de treinamento funcional, dentre elas tendo uma mais voltada a especificidade esportiva, outra que é originada da unificação entre Pilates e Treinamento Funcional, focada no Power House (ou seja, o core, centro de força do corpo), e por último a visão dos exercícios integrados de uso quase excessivo que melhoram as capacidades funcionais, motoras, cognitivas e mentais do indivíduo atleta.

Cabe ao seu personal estudar os métodos de treino e saber qual das três linhas é a mais adequada para você. Venha nos conhecer na Omega4, o melhor Treinamento Funcional do Paraíso e Jardins!

Saiba Mais: Massagem Desportiva - O ideal para um atleta

Como é o Treinamento Funcional na Omega4?

A Omega4 Estúdio do Corpo, localizada entre os bairros Paraíso e Jardins, possui profissionais extremamente qualificados e que buscam a metodologia de ensino adequado para cada indivíduo que procura treinar conosco.

Os nossos profissionais estudam a história e os melhores métodos para se ensinar o treinamento funcional no Brasil, agregados a uma ótima infraestrutura e localização do espaço que o Estúdio possui.

Além de tudo, a recuperação e o condicionamento físico que os pacientes deste treinamento ganham é impressionante, com um resultado maravilhoso, após as batalhas e treinamentos consecutivos durante a semana.

Alternando exercícios rígidos, que envolvem velocidade, reflexos e movimentos bruscos com exercícios mais leves, que conscientizam o paciente do exercício feito, além de treinar a resistência e flexibilidade, os resultados são otimizados e se tornam impressionantes, com o fator da qualidade de vida, sono e saúde serem aumentadas na rotina diária.

Teremos prazer em atendê-lo e marcar uma aula experimental para você conhecer nosso espaço e se deliciar nos prazeres da atividade física! Venha para a Omega4!

Conheça as Opções de Treinamento Funcional no Omega4:

Solicitar mais informações
omega4omega4omega4
Endereço Omega4 Estúdio do Corpo
Unidade Paraíso: Rua Osório Duque Estrada, 35 -  São Paulo
11 2386-9717 | WhatsApp 11 94048-3704
Unidade Moema: Avenida Divino Salvador, 669 - São Paulo
11 98827-7152
contato@omega4.com.br