Massagem Relaxante

VOCÊ CONHECE A MASSAGEM RELAXANTE?

A massagem relaxante é feita com deslizamentos superficiais ou profundos, amassamento e fricção, percussão e vibração em pontos de tensão do paciente, afim de aliviar motivos de estresse e provocar uma grande sensação de alívio do cansaço diário e rotineiro.

A massagem também pode beneficiar aspectos como a flexibilidade e a circulação sanguínea, aumentando de forma eficaz o bem-estar dos pacientes.

Psicologicamente falando, o bem-estar consequente da massagem pode aumentar a autoestima do paciente, contribuindo com a felicidade diária e causando efeitos que podem ajudar o corpo e a mente.

O toque é uma sensação vital, e o tato é um dos sentidos que mais pode ser trabalhado. A massagem relaxante consegue relaxar, inclusive, o sistema nervoso autônomo – ou SNA, que atua em duas divisões, o simpático, responsável pela boa digestão e uma boa vida sexual, e o parassimpático, responsável por atividades mais físicas -, ativando o sistema parassimpático e desligando o simpático, deixando qualquer paciente pronto para enfrentar a pressão do trabalho ou dos estudos do dia-a-dia. Todos os sistemas do corpo reagem bem a técnica desta terapia relaxante.

Existem três técnicas fundamentais que separam os tipos de massagens relaxantes, sendo elas: o deslizamento, técnica que envolve um movimento de alisamento realizado com a superfície da palma de uma ou ambas as mãos, que gera um impacto mecânico nos tecidos, e reflexamente por meio do sistema nervoso autônomo.

Pode produzir um efeito sedativo, o que causa certo relaxamento muscular via produção hormonal. Outra técnica é o amassamento, em que os músculos subcutâneos são alternadamente comprimidos e liberados.

Durante a fase de pressão, a mão e a pele se movem em conjunto sobre as estruturas mais profundas, gerando um certo relaxamento instantâneo pelo hormônio ocitocina.

Pela compressão e descompressão, as veias – tanto as superficiais quanto as profundas – esvaziam e enchem alternadamente, aliviando a congestão nos leitos capilares e melhora o fluxo de sangue proveniente das arteríolas para os capilares. Assim sendo, o fluxo da linfa fica estimulado pelo mesmo mecanismo.

E por último, temos a técnica das fricções, que consistem em movimentos breves, precisamente localizados e profundamente penetrantes realizados numa direção circular.

Esses movimentos profundos são habitualmente realizados pelas pontas dos dedos. A pressão profunda e contínua nos tecidos causa lesão local e libera uma substância similar ao composto nitrogenado orgânico histamina e outros metabólitos.

OS BENEFÍCIOS DA MASSAGEM RELAXANTE

Existem diversos benefícios da massagem relaxante, entre eles, temos:

  • Sensação extrema de bem-estar.
  • Relaxamento muscular e psicológico.
  • Mais intimidade e consciência com o próprio corpo.
  • Renovação bioenergética.

Abaixo, você pode ver a relação de cada um desses fatores relacionados de fato com a massagem relaxante.

A MASSAGEM RELAXANTE PRODUZ DE FATO UMA SENSAÇÃO DE BEM ESTAR?

Com as técnicas de fricção, deslizamento e amassamento, a massagem relaxante possui uma conjuntura de manobras que causam um instantâneo relaxamento muscular, o que produz a secreção de hormônios que causam também um alívio e relaxamento psicológico no paciente, e, graças a esses hormônios e o relaxamento muscular instantâneo que a massagem dá, o paciente entra em uma espécie de transe leve pelo relaxamento pesado, o que o deixa com uma sensação de bem estar de grandeza indescritível. Venha para a Omega4 conhecer a nossa massagem relaxante!

A MASSAGEM RELAXANTE CAUSA RELAXAMENTO MUSCULAR E PSICOLÓGICO?

A massagem relaxante possui manobras e técnicas focadas, principalmente, em um único objetivo: o relaxamento extremo do paciente. Os relaxamentos muscular e psicológico são instantâneos, haja visto que as técnicas executadas com maestria por um profissional estimulam respostas fisiológicas no organismo que liberam hormônios que causam uma sensação de bem-estar, alívio e tranquilidade a um nível incomum para o dia a dia. Esses dois tipos de relaxamento duram até um prazo relativamente longo, deixando o paciente pronto para enfrentar os desafios do dia a dia sobre o trabalho, estudo, etc.

A MASSAGEM RELAXANTE DÁ AO PACIENTE MAIS INTIMIDADE COM O PRÓPRIO CORPO?

A terapia da massagem relaxante explora técnicas em todo o corpo do paciente, dos pés à cabeça, o que os dá uma consciência muito melhor do próprio corpo, causando, no subconsciente, um efeito maior de intimidade consigo mesmo. Esse tipo de efeito também ajuda a superar traumas que envolvam o psicológico, como traumas de abuso sexual, ou até mesmo a depressão e aumento da autoestima – além da melhora da autoimagem.

AS CONTRAINDICAÇÕES DA MASSAGEM RELAXANTE

Como todo tratamento, a massagem relaxante possui contraindicações, entre eles, temos:

  • Ruptura muscular aguda.
  • Inflamação articular aguda.
  • Alterações no tônus muscular.
  • Tromboflebites.
  • Infecções bacterianas.

Abaixo, você poderá ver como a massagem relaxante influi em cada uma dessas contraindicações.

PACIENTES COM RUPTURA MUSCULAR AGUDA PODEM FAZER A MASSAGEM RELAXANTE?

A condição clínica da ruptura muscular aguda se define por um músculo que sofreu estiramento brusco, ou sofreu contração repentina quando em carga, ou por um episódio de sobrecarga num período relativamente curto em que o músculo em questão está sendo utilizado.

Por fim, as fibras musculares se rompem uma das outras, o que impossibilita o movimento de revezamento que elas fazem entre si quando o músculo está sendo trabalho.

A massagem relaxante pode agravar mais ainda o caso, haja visto que ela mexe com técnicas que afetam diretamente os músculos, e, ao invés de causar o relaxamento muscular, podem causar uma ruptura ainda mais grave, rompendo tendões ou mais fibras musculares que já estão rompidas.

PACIENTES COM INFLAMAÇÃO ARTICULAR AGUDA PODEM FAZER A MASSAGEM RELAXANTE?

A condição clínica da inflamação articular aguda é um quadro definido pela inflamação e dor nas articulações a um nível extremo, e pode acontecer por diversas causas, como: doenças autoimunes – como artrite reumatoide e lúpus -, condromalácia patelar, gota, doenças infecciosas, hepatite (seja A, B ou C), lesões, artrite séptica, entre outros.

A massagem relaxante pode agravar mais ainda o caso, haja visto que ela mexe com técnicas que envolvem pressão também nas articulações, e a região inflamada pode espalhar a inflamação entre outras articulações e a inflamação pode se tornar até mesmo generalizada, agravando extremamente o caso.

Por isso, quando sentir dores nas articulações sem explicação, consulte um médico (ortopedista, clínico médico, reumatologista ou imunologista).

PACIENTES COM ALTERAÇÃO NO TÔNUS MUSCULAR PODEM FAZER A MASSAGEM RELAXANTE?

O tônus muscular é o estado involuntário de contração natural dos músculos corporais, e os estados de alteração do tônus muscular são classificados entre o hipotonia, ou seja, perda do tônus muscular, com a flacidez fisiológica e a hipertonia, ou seja, o aumento do tônus muscular, que normalmente são motivadas por patologias neurológicas ou tensões emocionais.

Realizar um procedimento como a massagem relaxante em músculos cujo tônus muscular sofreu alteração, significa a mesma coisa que danificar os músculos de forma direta, podendo causar danos graves e irreparáveis aos mesmos.

PACIENTES COM TROMBOFLEBITES PODEM FAZER A MASSAGEM RELAXANTE?

A condição da tromboflebite é uma inflamação de uma ou mais veias causada por um coágulo sanguíneo, que geralmente acontece nas pernas ou em partes inferiores do corpo, onde o sangue fica um pouco mais retido. Raramente, a doença pode acontecer em braços ou pescoço.

As causas variam de lesão a uma veia ou artéria até permanecer imóvel por longos períodos de tempo, como por exemplo em uma internação hospitalar.

Na massagem, o estímulo da circulação sanguínea é um fato, e os trombos, inflamando as veias podem se espalhar e causar uma inflamação intravenosa ou interarterial generalizada.

PACIENTES COM INFECÇÃO BACTERIANA PODEM FAZER A MASSAGEM RELAXANTE?

A infecção bacteriana é um caso clínico caracterizado por quando as formas prejudiciais de bactérias se reproduzem no corpo, e o prognóstico varia de uma doença leve até muito grave, dependendo muitíssimo do estado do hospedeiro.

Para essas infecções, geralmente cuidamos com os antibióticos, mas nem sempre resolve. A vacinação é um dos métodos mais eficazes para prevenir esse tipo de infecção.

Na massagem relaxante, as infecções podem se proliferar, dependendo do estado do hospedeiro, pois qualquer tipo de infecção pode se agravar com o estímulo dos sistemas circulatórios, principalmente o sanguíneo.

VOCÊ CONHECE A HISTÓRIA DA MASSAGEM RELAXANTE?

A história da massagem é muito antiga, cerca de 300 a.C.  Há registro de que os povos mais antigos como os egípcios, hindus, gregos e romanos já usavam a prática da massagem para alívio de dores.

Mais tarde, os chineses e japoneses dominaram as técnicas da massoterapia, aprimorando e desenvolvendo em diversas áreas.

Os registros mais remotos do uso da massoterapia são oriundos das civilizações antigas do Oriente. Em 300 a.C., Qi Bo e o imperador Amarelo publicaram na China “O clássico da massagem”, a primeira obra sobre o tema que se tem conhecimento.

Endereço Omega4 Estúdio do Corpo
Rua Osório Duque Estrada, 35 - Paraíso - São Paulo
11 2386-9717 | Whatsapp 11 94048-3704
contato@omega4.com.br