CONFIRA AS PROMOÇÕES IMPERDÍVEIS DA BLACK FRIDAY!
ACESSAR PROMOÇÕES
Pilates
|
20/11/2020

Pilates para Redução de Edemas

Você sabia que o Pilates é uma ótima técnica para reduzir os edemas corporais? Saiba mais!

pilates-para-reducao-de-edemas

Pilates para Redução de Edemas

Pilates para Redução de Edemas

O corpo humano conta com um sistema de captação e transporte da linfa, denominado sistema linfático. Esse sistema irá transportar o excesso de líquidos entre os tecidos e leva-los até o sistema circulatório para assim ser eliminado por meio da urina. Diversas razões podem gerar a falha desse sistema, e assim criar edemas pelo corpo.

Edemas ou inchaços são aspectos que geram bastante incomodo que surgem pelo corpo e podem gerar ondas de calor, dores e até limitação dos movimentos corporais. Em alguns quadros, aparecem por conta de problemas na circulação, alergias, alta ingestão de remédios e de sódio, entre outros. É um problema difícil de regredir por completo e demandam um certo tempo para diminuírem, e esse tempo varia conforme a gravidade do trauma ou a terapia de cada quadro.

Todavia, o Método Pilates pode ser uma ferramenta que facilmente causará a redução dos edemas com sua prática, sendo um ótimo aliado no processo regenerativo, amenizando as dores e sensações de mal estar causadas por eles, combatendo as disfunções e problemas físicos gerados pelo inchaço e paralelamente fortalecendo o corpo e condicionamento físico.

Além do mais, ao contrário do sistema circulatório, que possui o coração como bomba, o sistema linfático depende das contrações musculares e alterações de pressão para funcionar devidamente. Por esse motivo, o Método Pilates que trabalha frequentemente a respiração, auxilia no bombeamento do ducto torácico, com sua técnica que consiste em uma série de movimentos fluidos e gerando a redução do inchaço, o Método Pilates acelera o metabolismo, estimula a circulação com as contrações musculares causadas, ajudando o liquido a ser transportado pelo corpo devidamente, sendo drenado por todo o corpo e assim, sem geração de acúmulos e edemas e causando sua redução.

Entenda mais sobre o Método Pilates e sobre seus benefícios para o tratamento de edemas abaixo.

O que é Linfedema?

O linfedema é uma retenção de líquidos e fluidos em uma localização do corpo, gerada por um bloqueio, disfunção ou obstrução no sistema linfático, de forma crônica.

As causas do linfedema podem ser alguns fatores como idade, sobrepeso, obesidade, radioterapia, complicações pós-operatórias, infecções, cirurgias de níveis radicais podem ser agravantes e desencadeantes do linfedema. Tem frequência alta também em pós-mastectomia, dependendo do diagnóstico, tipo de abordagem cirúrgico e recuperação pós-operatória.

A principal causa, no entanto, é pós-cirurgia de tratamento de câncer e a retirada dos linfonodos (gânglios). Pessoas que passam por longos períodos de tratamento, como do câncer, sendo submetidos a cirurgia, quimioterapias, esse bombardeamento constante pode gerar inchaços pelo corpo, e assim pode ser um quadro de linfedema. Depois de uma cirurgia e a retirada dos linfonodos (gânglios), os pacientes normalmente evoluem para um quadro de edemas, devido sua diminuição na capacidade de absorção de fluidos. Durante os primeiros seis meses depois da cirurgia, é ainda um caso de edema agudo, não sendo ainda considerado lifedema (edema crônico). Após esse período, o sistema linfático irá buscar meios para suprir as ausências dos linfonodos, podendo assim adequar o corpo. Todavia, se a compensação não for o suficiente, vira-se um caso de linfedema.

Esse problema crônico encontra uma ótima forma de tratamento no Método Pilates e em suas técnicas, entenda mais um pouco a seguir.

Veja mais: Pilates para Dor no Joelho

Como o Método Pilates pode tratar os Edemas e o Linfedema

Umas das opções para acelerar o metabolismo, reabsorver os edemas e gerar sua redução e também, drenar os fluidos que geram edemas é a Drenagem Linfática, que consiste em uma massagem que melhora as funções do sistema linfático com suas manobras, sem gerar dor. Contamos, também com além do Método Pilates, com a técnica de tratamento da Drenagem Linfática aqui na Omega4.

Já uma das atividades físicas que ajudam na reabilitação de linfedema e na drenagem e melhora dos edemas é o Método Pilates.

O Método Pilates é uma técnica que consiste na reeducação do movimento e na consciência corporal, com exercícios que aumentam a flexibilidade e a força muscular, trabalham e melhoram a respiração, corrigem a postura e previne e trata lesões. O Método Pilates seus princípios básicos, que são: concentração, respiração, controlo, alinhamento, centralização e integração de movimentos.

Por um dos seus princípios ser a respiração profunda e a flexibilidade, o Método Pilates irá trabalhar a circulação do sistema linfático, estimulando as contrações musculares e a respiração intensa. Evitando assim a geração de edemas pelo corpo. Além do mais, os exercícios essenciais do Método Pilates de fortalecimento, alongamento são extremamente benefícios para o tratamento.

As contrações musculares realizadas com as sequências do Método Pilates aumentam o retorno e o trabalho linfático e seu transporte. Os exercícios que alongam os músculos e enfatizam a respiração profunda e flexibilidade, que são constantes no Método Pilates são extremamente e particularmente benéficos.

Além do mais, dependendo do grau do edema ele irá gerar um peso excessivo ao membro e uma alteração postural, e o Método Pilates trabalha com um sistema de molas que auxiliam na sustentação do membro com edemas durante cada execução de movimentos da prática do Método Pilates, e ainda, promove a consciência corporal e a correção da postura.

Outra grande vantagem do Método Pilates, é que todas suas sessões são realizadas com o total acompanhamento do instrutor, que irá sempre analisar os melhores exercícios que o praticante deve executar e como, conforme as condições físicas e dependendo da causa de dor ou não. Por esse motivo, o Método Pilates é recomendado para todos os tipos de pessoas pois será auxiliador e motivador para condicionar os corpos com debilitações.

Por isso, logo após algumas sessões do Método Pilates o praticante já observa os resultados, a melhora das dores, diminuição do inchaço, maior segurança nos movimentos e um corpo mais forte.

Normalmente, o inchaço dos edemas é gerado por uma deficiência na circulação sanguínea e linfática, fluindo de forma devagar pelo corpo, não chegando em algumas áreas. Desse modo, o corpo retém líquidos, causando inchaço e dores. Com os exercícios do Método Pilates, essas regiões especificas são trabalhadas, estimulando a drenagem dos edemas e a aceleração da circulação pelo corpo.

Mesmo causando dores fortes, pode-se aderir à pratica do Método Pilates, pois suas técnicas, mesmo com certo grau de intensidade, não geram impactos, podendo ser realizados com pessoas com inchaços em graus graves. Melhor ainda, o Método Pilates conta com aulas personalizadas para cada interesse e quadro de seu praticante, respondendo e tratando as necessidades especificas de cada quadro. As sessões do Método Pilates podem ser realizadas desde gestantes até idosos, pois é particularmente preparada e cuidada, assim findando os edemas e suas dores.

A história do Método Pilates:

Joseph Pilates, criador do Método Pilates, teve experiências terríveis na infância, tendo doenças como asma, raquitismo e febre reumática. Por isso, ele sempre foi uma criança que se exercitava, afim de melhoras as condições do próprio corpo e não se sentir preso a ele. Joseph sempre foi visto treinando de calção, pelo fato de possuir raquitismo e consequente deficiência em vitamina D, o que o deixou conhecido por esse estilo de roupa.

Em seguida, Joseph Pilates começou a estudar de forma profunda as ciências biológicas do corpo humano, como a anatomia, a fisiologia, a Medicina Tradicional Chinesa (MTC), física e biologia. Ele procurava ciências que mostravam tudo sobre o funcionamento do corpo humano de forma conjunta.  Em 1912, o jovem Pilates se mudou para a Inglaterra, virou lutador de boxe em Londres e ensinou defesa pessoal para a polícia metropolitana de lá.  Preso por ser alemão na Primeira Guerra Mundial, o jovem Pilates ensinou aos prisioneiros, inclusive os doentes, técnicas do próprio método para se exercitarem enquanto estavam isolados do resto do mundo. Após ser libertado, lançou as técnicas que eram chamadas de Contrologia, referentes ao controle da mente sobre o corpo, nome que depois foi adaptado para o Método Pilates. Em 1967, aos 83 anos, Joseph Pilates morreu por complicações em um incêndio dentro de seu estúdio, mas sua esposa continuou disseminando o Método Pilates ao resto do mundo.

SOBRE O PILATES OMEGA4

A Omega4 oferece um serviço de Pilates impecável, com unidades nas melhores localidades de São Paulo. Qualquer unidade da Omega4 oferece uma infraestrutura preparada para te oferecer o melhor Pilates de São Paulo!

Saiba mais!
CONTEÚDOS RELACIONADOS
No items found.
Saiba mais sobre

Pilates para Redução de Edemas

E receba mais conteúdos relacionados a Pilates!
Thank you! Your submission has been received!
Oops! Something went wrong while submitting the form.