Pilates para dores

Pilates para dores

Muitas pessoas sofrem diariamente com uma rotina de dores, na coluna, musculares, articulações ou até as dores crônicas. Todas essas são um problema e uma grande lamentação de boa parte da população, atrapalha a qualidade de vida, o desempenho no dia a dia e impede a funcionalidade completa do corpo.

O Pilates é um método bastante procurado para alterar essas situações, pelo seu método de propriocepção (capacidade em reconhecer a localização espacial do corpo, sua posição e orientação, a força exercida pelos músculos e a posição de cada parte do corpo em relação às demais), trabalha a concentração, flexibilidade, coordenação, recupera lesões e aumenta a resistência muscular e entre muitas outras. Assim, ele é um método extremamente eficaz no tratamento contra os diversos tipos de dores, tudo analisado por suas técnicas e com um auxilio devido do profissional, para orientar e trabalhar seus objetivos nos movimentos ideais.

Além do mais, muitos pensam que após alguma atividade física que exige esforço a dor tem que ser algo recorrente, como se não tiver dor, não tem resultado, porém, não é assim na verdade. Pois dessa forma, muitos acabam exaltando os limites, desgastando e até lesionando o corpo. No Pilates isso é tratado de forma diferente, não é buscado a exaustão muscular, o principal objetivo é fortalecer profundamente os músculos corporais e melhorar a consciência corporal de cada praticante.

As sensações de dores corporais podem ter variadas causas, como, traumas, tensões, desequilíbrios a postura incorreta, fraquezas nas articulações que sobrecarregam os músculos, infecções e até patologias. Essas diversas origens das dores podem ser tratadas com o Pilates, que vai tratar esses problemas que tanto incomodam a rotina lidando diretamente com sua causa e assim, fortalecendo o corpo de um modo geral, evitando outras dores e males.

Desse modo, a prática do Pilates é indicada para qualquer pessoa, é uma técnica completa e dinâmica, ela irá prevenir e tratar diversos problemas de saúde, proporcionando o bem-estar do aluno. Venha agendar sua aula experimental aqui na Omega4.

A dor pós treino

A dor corporal é um sinal de alerta do organismo, comunicando o corpo, se for no caso crônica, ela gera no organismo alto estresse ou até uma incapacidade, por isso deve-se ter cuidado e ficar em alerta com os sinais. É até certo modo comum após um novo esforço corporal e muscular, uma certa dorzinha, porém, dependendo do seu nível pode ser sinal de uma lesão muscular por causa do excesso de esforço, e não o ganho de massa, como alguns imaginam.

O Método Pilates é uma das técnicas mais seguras, pois, não causa impactos e tem poucas repetições de cada exercício, evitando o desgaste. Suas posturas são sempre lidadas com o profissional com a exigência de muita atenção e concentração, controle e precisão do movimento, para alcançar o objetivo sem causar problemas. Por isso, devem ser sempre bem executadas e com a orientação do profissional adequado. O ideal do Pilates é sempre durante a pratica que se tenha o limite da dor e do conforto, entre o prazer da prática e a dificuldade de cada execução de posições que o seu corpo não está tão acostumado.

Seus limites e sua saúde sempre são respeitados aqui na Omega4, nossa equipe profissionalizada auxilia na pratica excelente dos exercícios com toda a segurança necessária. Agende sua aula experimental.

Pilates para tratamento das dores na coluna

Um dos maiores motivos das dores na coluna são decorrentes de problemas na postura e sua recorrente pratica de forma incorreta, assim causando desconfortos, dores leves ou até lesões mais sérias, ou até doenças ostearticulares. Todo o tratamento devido para essa correção da postura vem com o alinhamento da postura e a amplitude de seu movimento muscular.

A técnica do Pilates trabalha com dinâmicas progressivas, sempre controlando a conscientização de suas ações musculares e a devida estabilização da coluna vertebral. Esses movimentos envolvem certas contrações com foco no power house (músculos abdominais, transverso abdominal, multífidos e assoalho pélvico), esses responsáveis pela estabilização estática e dinâmica do corpo e assim, da coluna.

A prática foca muito no desenvolvimento de uma habilidade comportamental muscular, essa fundamental para assim alcançar mudanças no conhecimento e comportamento do aluno em relação aos seus hábitos e a sua saúde, como a sua postura diária. A prática tem exercícios que executam a posição neutra da coluna, diminuindo a tensão muscular desnecessária e estabilizando-a e assim, é um processo excelente para a reabilitação da postura e a eliminação de dores na coluna.

O Pilates é excelente para a melhora em dores na coluna, porque trabalha a Contrologia (controle consciente dos movimentos musculares do corpo), fazendo com que o praticante possa assim controlar os músculos corporais, melhorando a postura e mantendo o tronco cada vez mais ereto e menos curvado. Trabalhando também o alongamento total da coluna vertebral, relaxando-a, melhorando as sensações de dor. Fortalece o corpo na sua totalidade, equilibrando, e assim proporcionando uma respiração abdominal ideal, para relaxar a mente o músculo.

Pilates para tratamento das dores musculares e nas articulações

O Pilates com sua técnica de concentração e propriocepção trabalha os mais diversos músculos do corpo, diretamente onde está originando a dor e a fadiga muscular. O corpo todo é fortalecido, flexionado e alongado, assim estimulando os músculos e descontraindo, e assim aliviando e findando as dores. Progressivamente, o aluno perceberá a melhora do problema e o ganho da qualidade de vida novamente.

O tratamento muscular com o Pilates, corrige e trata vícios do corpo, que o aluno nem sabia de sua existência, e até suas falhas. Desse modo, torna-os mais fortes para combaterem as dores musculares.

Sobre as adores nas articulações, ao movimentar os músculos que estão ligados as articulações ocorre a minimização da tensão sobre elas. Como, os quadris, joelhos, ombros, punhos e mãos. A origem mais popular de desconforto nas articulações é o seu mal alinhamento. E para o seu devido alinhamento é necessário que os músculos que as sustentam estejam sempre bem fortalecidos e equilibrados. Assim, ocorrerá a diminuição da sensação de dor e ainda o uso excepcional de 100% da sua funcionalidade, para você fazer os programas que mais adora.

Em síntese, ao fortalecer os músculos você trabalha a melhora da articulação. Os movimentos do Método Pilates são caracterizados para o alongamento e o fortalecimento dos músculos opostos simultaneamente. Assim, os músculos que sustentam as articulações, a coluna, os joelhos, os quadris e os ombros estarão todos bem fortalecidos e equilibrados, eliminando as dores. Por isso o Pilates é corretivo.

Pilates para dores crônicas

Além do mais, o Pilates também traz como benefício o alivio de dores crônicas. Seus exercícios ao desafiarem os sistemas sensoriais que trabalham o equilíbrio, postura e os efeitos do fortalecimento dos músculos do power house, está consequentemente trabalhando as sensações de dores diretas do corpo e assim, as dores crônicas.

O profissional qualificado irá orientar e indicar sempre o melhor tratamento e o acompanhamento devido com o objetivo devido de cada dor de cada praticante. Respeitando a qualidade da execução de cada movimento e cuidando sempre da postura. O instrutor sempre vai compreender a dor crônica que vai ser tratada, para assim selecionar com critério os melhores exercícios de cada quadro.

A dor foi justamente a maior motivação do criador do Pilates, o Joseph Pilates. Para tratar esse problema desenvolveu essa técnica com base na Contrologia.

Dentre os benefícios do Pilates estão: melhora do condicionamento físico, maior flexibilidade, estimulação da circulação sanguínea, amplitude muscular, alinhamento da postura, maior coordenação motora e a propriocepção.

Sobre as dores crônicas que podem ser tratadas com o Método Pilates estão:

  • Dores lombares;
  • Discopatia Degenerativa;
  • Hérnia de Disco;
  • Dor cervical;
  • Dores na coluna vertebral;
  • Artrite;
  • Dores de cabeça e enxaquecas;
  • Artrite;
  • Reumatismo;
  • Fibromialgia;
  • Distúrbios emocionais, como: depressão e ansiedade.

História do Método Pilates

Joseph Pilates, criador do método Pilates, teve experiências terríveis na infância, tendo doenças como asma, raquitismo e febre reumática. Por isso, ele sempre foi uma criança que se exercitava, afim de melhoras as condições do próprio corpo e não se sentir preso a ele.  Joseph sempre foi visto treinando de calção, pelo fato de possuir raquitismo e consequente deficiência em vitamina D, o que o deixou conhecido por esse estilo de roupa. Em seguida, Joseph Pilates começou a estudar de forma profunda as ciências biológicas do corpo humano, como a anatomia, a fisiologia, a Medicina Tradicional Chinesa (MTC), física e biologia. Ele procurava ciências que mostravam tudo sobre o funcionamento do corpo humano de forma conjunta.  Em 1912, o jovem Pilates se mudou para a Inglaterra, virou lutador de boxe em Londres e ensinou defesa pessoal para a polícia metropolitana de lá.  Preso por ser alemão na Primeira Guerra Mundial, o jovem Pilates ensinou aos prisioneiros, inclusive os doentes, técnicas do próprio método para se exercitarem enquanto estavam isolados do resto do mundo. Após ser libertado, lançou as técnicas que eram chamadas de Contrologia, referentes ao controle da mente sobre o corpo, nome que depois foi adaptado para Pilates. Em 1967, aos 83 anos, Joseph Pilates morreu por complicações em um incêndio dentro de seu estúdio, mas sua esposa continuou disseminando o método ao resto do mundo.

Solicitar mais informações
omega4omega4omega4
Endereço Omega4 Estúdio do Corpo
Unidade Paraíso: Rua Osório Duque Estrada, 35 -  São Paulo
11 2386-9717 | WhatsApp 11 94048-3704
Unidade Moema: Avenida Divino Salvador, 669 - São Paulo
11 98827-7152
contato@omega4.com.br