Pilates para Resistência

Pilates para Resistência

Cada pessoa irá ter e adquirir a sua resistência física de formas próprias e conforme seus hábitos, genética e outros fatores. Independentemente de qual seja o caso particular, o Método Pilates ajuda no ganho da resistência muscular e na respiratória. Esses fatores são de extrema importância para a saúde, para quem já pratica algum esporte e pode melhorar seu desempenho, para uma fase idosa com tranquilidade e sem limitações.

As sessões do Método Pilates são sempre observadas por instrutores a todo momento, para também indicar o melhor exercício segundo a necessidade e caso particular de cada aluno. O diferencial do Método Pilates é a personalização da aula, exercícios com intensidades progressivas e adaptadas, sem o desgaste muscular intenso, sem movimentos repetitivos, sem impacto, mas com grande fortalecimento dos músculos e da respiração de modo a obter melhor condicionamento físico e maior proteção contra riscos.

A dificuldade do Método Pilates cresce de forma gradual e extremamente segura, promovendo assim uma criação segura da resistência corporal. Desse modo, o praticante do Método Pilates irá viver um bem-estar pelo, sem preocupações e com muita saúde, tudo isso por meio da sua resistência física que estará sendo reforçada e garantida.

O que é resistência física

Pode-se caracterizar como um estado de saúde que envolve a aptidão corporal. Definindo-se como a forma que o seu coração, pulmões, vasos e músculos irão responder as tarefas diárias ou ocasionais e o seu desgaste ou resistência. Também, envolve a capacidade adquirida e alcançada pelo corpo ao adquirir mais resistência com a prática de exercícios que trabalhem essa aptidão, como as atividades aeróbicas e anaeróbicas. Diz-se então, como a reserva de energia necessária para os movimentos que se planeja em praticar.

O conceito de resistência física define-se em dez aptidões físicas, essas reconhecidas pela sociedade mundial de fisiologistas do exercícios, podendo serem aprimoradas ou não por meio de adaptações neurológicas e orgânicas. Entre elas: força, flexibilidade, velocidade, potência, resistência muscular, resistência cardiorrespiratória, agilidade, equilíbrio e precisão e coordenação.

Estando cada uma dessas melhor trabalhadas maior resistência física terá o indivíduo. Por isso, as aulas do Método Pilates são sempre uma excelente prática para o ganho dessa resistência física, pois o seu programa preparado particularmente contém todas essas diferentes aptidões, são princípios do Método Pilates todas essas características.

Deve-se entender que a procura por uma boa resistência física é para toda a vida. Pois, se o corpo para de se exercitar gradativamente ele vai perdendo o que foi ganhado de condicionamento físico. Como se o corpo precisa-se do exercício como um alimento para manter a resistência corporal e manter os músculos fortes, firmes e flexíveis. Caso o contrário, sem essa prática e alimento o corpo acaba tornando-se sedentário, fraco e tenso e assim propenso ao acumulo de gordura. O Método Pilates gera o ganho dos benefícios do condicionamento físico com a certa participação e disposição do praticante, de forma rápida. Além do mais, o Método Pilates é um excelente suporte no caso para complementar a resistência física e melhora do desempenho em outros esportes.

O Método Pilates e seus benefícios

Os exercícios do Método Pilates irão estimular diversos músculos corporais simultaneamente. Trabalhando desde os músculos que você nunca estimulou até os que você já está acostumado a trabalhar na sua rotina.

O Método Pilates, idealizado por Joseph Pilates, é uma técnica completa para o aumento da resistência física e mental e assim tem como função a melhora do equilíbrio entre a performance e o esforço, por meio da junção do movimento, com o centro estável e a sinestesia realçada em suas práticas. O Método Pilates incentiva todo o corpo no geral, como se fosse um todo, trabalhando a correção da postura e o realinhamento muscular, assim realizando a estabilidade do corpo necessária para uma vida com saúde e longevidade (Steers, 2006).

O aumento da resistência física com o Método Pilates

Vamos então, começar entender agora como o Método Pilates pode melhorar a resistência física em suas técnicas: são realizados momentos de exercícios aeróbicos, planejados em circuitos em suas sessões, exercícios de ativação da panturrilha para melhorar o retorno do sangue venoso. As técnicas do Método Pilates são coreografados, planejados com o uso de acessórios, algumas vezes, como a meia-lua, faixas elásticas, bolas e círculos flexíveis. Mas, sempre realizando uma boa avaliação do aluno, para ter o conhecimento sobre suas necessidades e assim adequar suas sessões conforme seu perfil.

Em partes, separando os benefícios do Método Pilates que vão fortalecer a resistência física, um dos benefícios essenciais para esse ganho que o Pilates traz é a tonificação muscular. Suas sessões trabalham com a tonificação do abdômen, que é excelente para a realização de atividades físicas e também esportes, porque a ativação e fortalecimento desse músculo é extremamente exigida nas atividades.

Segundamente, o Método Pilates trabalha também o aumento da flexibilidade. A flexibilidade é muito variável em cada pessoa e vai envolver diversos fatores como sexo, altura, atividades rotineiras, postura e entre outras. Os movimentos de alongamento são essenciais para o aumento da flexibilidade e para que o corpo seja ativado do modo estático.

Desse modo, necessita-se de uma concentração e por consequência existe uma maior circulação sanguínea, aumentando assim o bombeamento de cada músculo do corpo. Esses movimentos de flexibilidade, alongamentos ajudam muito na melhora do condicionamento físico e são pilares do Método Pilates.

Em resumo, após uma completa avaliação do aluno, começa-se um planejamento de técnicas positivas para o aumento de sua resistência física. Assim, nas sessões serão motivados os princípios de aptidão, como, a força, flexibilidade, equilíbrio, tonificação e entre outras. Desse modo, é possível tirar o melhor proveito possível do aluno em cada sessão, planejando uma aula que se encaixe em suas características obtidas em suas avaliações, adicionando os objetivos mencionados pelo aluno e assim trazendo os maiores benefícios e os melhores resultados.

A história do Método Pilates

Joseph Pilates, criador do Método Pilates, teve experiências terríveis na infância, tendo doenças como asma, raquitismo e febre reumática. Por isso, ele sempre foi uma criança que se exercitava, afim de melhoras as condições do próprio corpo e não se sentir preso a ele. Joseph sempre foi visto treinando de calção, pelo fato de possuir raquitismo e consequente deficiência em vitamina D, o que o deixou conhecido por esse estilo de roupa.

Em seguida, Joseph Pilates começou a estudar de forma profunda as ciências biológicas do corpo humano, como a anatomia, a fisiologia, a Medicina Tradicional Chinesa (MTC), física e biologia. Ele procurava ciências que mostravam tudo sobre o funcionamento do corpo humano de forma conjunta.  Em 1912, o jovem Pilates se mudou para a Inglaterra, virou lutador de boxe em Londres e ensinou defesa pessoal para a polícia metropolitana de lá.  Preso por ser alemão na Primeira Guerra Mundial, o jovem Pilates ensinou aos prisioneiros, inclusive os doentes, técnicas do próprio Método Pilates para se exercitarem enquanto estavam isolados do resto do mundo. Após ser libertado, lançou as técnicas que eram chamadas de Contrologia, referentes ao controle da mente sobre o corpo, nome que depois foi adaptado para o Método Pilates. Em 1967, aos 83 anos, Joseph Pilates morreu por complicações em um incêndio dentro de seu estúdio, mas sua esposa continuou disseminando o Método Pilates ao resto do mundo.

Solicitar mais informações
omega4omega4omega4
Endereço Omega4 Estúdio do Corpo
Unidade Paraíso: Rua Osório Duque Estrada, 35 -  São Paulo
11 2386-9717 | WhatsApp 11 94048-3704
Unidade Moema: Avenida Divino Salvador, 669 - São Paulo
11 98827-7152
contato@omega4.com.br