Pilates facilitando o parto

Pilates nos tratamentos Facilitação do Parto

Existem diversos benefícios da prática do Método Pilates entre as gestantes, dentre esses está a facilitação na hora do parto do bebê.

Por esse motivo, muitas gestantes abraçam essa técnica, sendo assim uma excelente preparação para a hora do parto e também para todo o processo gestacional da mulher, melhorando sua flexibilidade, consciência, equilíbrio corporal, dores, correção da postura, fortalecimento de vários músculos e assim evitando problemas na gestação.

O Método Pilates prepara o corpo da mulher para uma gestação segura e tranquila, tanto em todo processo como durante o parto.

O Método Pilates desenvolve o Power House (conjunto de músculos abdominais, pélvico, do diafragma, glúteos, coluna e internos das coxas).

Assim, com toda essa musculatura fortalecida e equilibrada, o corpo da gestante fica estável, evitando a sensação de dores, como as lombares, dando a devida sustentação para o útero na gravides, prevenindo prolapsos e incontinências urinarias. O Método só traz vantagens para a vida da gestante e para o lar do seu bebê.

A técnica garante a preparação do corpo da grávida para lidar de melhor forma com as contrações, para um parto calmo.

Os exercícios aumentam o controle das contrações e dos músculos do assoalho pélvico, fortalece o abdômen e melhoram a respiração, todos esses controles são essenciais durante o parto e eficientes na pressão para retirar a criança do útero.

Além do mais, a técnica vai agir de forma anatômica e sem impactos nas partes sensíveis do corpo da gestante.

Assim, evitando riscos, tudo sempre muito bem analisado, indicado e fiscalizado na prática pelo instrutor.

E também, a prática ajuda depois ajuda na recuperação rápida das intervenções cirúrgicas na gestação, como a cesariana.

A Omega4 tem os instrutores e instrutoras mais qualificados para auxiliarem suas necessidades e objetivos específicos das mamães gestantes no Pilates para gestantes, indicando e ensinando com todo o cuidado a realizar os exercícios seguros e benéficos para esse momento tão especial acontecer de forma facilitada e sem riscos.

Os exercícios do Pilates durante a gestação

O exercício durante a gestação da mulher vai auxiliar na prevenção de riscos durante esse processo e ajuda na melhora de qualquer alterações durante esse período, como o estresse cardiovascular, pressão sanguínea alterada, retenção de líquidos pelo corpo e pés, controle do peso durante a gestação, evita o risco de diabetes gestacional e previne tromboses e surgimento de veias de varizes na gravidez.

Além de todos esses controles, preparação e prevenções garantidos com a prática, existe também uma grande vantagem para esse período com essa ação, que é o controle do sistema urogenital, evitando a incontinência urinaria no período gestacional e pós o parto.

Exercícios bem preparados e orientados por um profissional do Pilates, diminuem os desconfortos e seus riscos de lesões nessa época. Não há nenhuma evidencia de estudos de que o exercício durante a gestação pode ser prejudicial para a mãe ou o feto, pelo contrário, sua pratica bem realizada e orientada só acarreta a benefícios e prevenções para ambos.

Além do mais, trata e evita um grave problema nesses casos que é o nascimento prematuro de bebês, grande fator de risco. Estudos apontam que exercícios na gestação, mesmo que em pouco tempo, já são uma proteção contra a prematuridade. A prática do Pilates busca prevenir esse problema (assim como outros, por exemplo: Pilates para dores).

O Pilates tem ação de atuar na melhoria da saúde, qualidade de vida, bem estar, prevenção de problemas de saúde e doenças, pois melhora as funções metabólicas do corpo da grávida, aliviando desconfortos e além de dar para a mulher uma qualidade de vida e uma recuperação rápida no pós-parto.

Parto seguro com Pilates

Quando o corpo da mulher está em um processo gestacional, as atenções e cuidados com o corpo devem ser multiplicados. Ter toda concentração em seus movimentos e ter atenção com sua alimentação e os alarmes do seu corpo.

Para assegurar um parto seguro, sem riscos e calmo a gestante pode aderir ao Pilates que vai trabalhar diversos exercícios com o objetivo de fortalecimento pélvico, abdominal e muscular e assim também, controla e diminui as dores pelo o corpo.

Com todo esse preparo, melhoria no processo o Pilates também irá auxiliar no momento exato, o parto. A mulher terá maior controle da contração muscular do assoalho pélvico e na hora da pressão a ser realizada, sendo mais eficaz, controlada e segura tanto para a mulher como para o bebê, preparando sua chegada.

Conheça outras opções para relaxar: Massagem relaxante

Com o Método Pilates, o corpo da grávida vai ter uma melhor circulação sanguínea e do sistema linfático, melhorando sua imunidade, combatendo os inchaços do corpo, pernas, pés e evitando as câimbras, obtendo maior energia para aproveitar esse momento.

Todos os exercícios dessa técnica preparando o momento exato proporcionam o relaxamento e facilitação do parto para a mulher, tanto o parto normal como a cesariana, proporcionando uma recuperação ágil e uma cicatrização rápida.

Além, de melhorar a respiração, pressão cardíaca e a consciência corporal do corpo da mulher, obtendo uma gestação, tranquila e sem ansiedade, depressão, assim garantindo maior estabilidade emocional e a sensação de bem estar durante todo o período.

Preparação do Parto com o Pilates

Como todos os seus benefícios já citados com essa prática como: a melhora da postura, fortalecimento da musculatura corporal, melhora da circulação sanguínea e linfática, melhora da respiração, prevenção de dores devido ao sobrepeso, sensação de bem estar, controle emocional, diminuição da ansiedade, depressão, criação de uma consciência corporal e o fortalecimento do assoalho pélvico.

Todos esses benefícios ajudam para uma gestação segura, tranquila e sem dores e com todo o controle, mas também irão assegurar o momento mais esperado pela mãe, a chegada do seu filho, também seja um momento controlado, sem riscos e totalmente tranquilizado.

Para esse momento tão especial, o parto normal, os controles e fortalecimentos criados pela prática do Pilates garantirão um momento único e seguro. O controle respiratório irá garantir o condicionamento da gestante, uma respiração adequada durante o parto faz toda a diferença nas contrações e nas pressões.

O Pilates e então, em todas as sessões trabalha a respiração diafragmática, preparando-a.

Assim, a respiração bem preparada, vai garantir um parto relaxante, diminuindo as sensações de dores, controlando a dor durante o trabalho de parto.

Nos meses finais da gestação, a técnica do Pilates tem como objetivo auxiliar a preparação da gestante para ganhar força muscular e nos membros, para uma excelente recuperação depois do parto, como para ajudar na pressão no momento final do parto, ajudando também nos momentos com os cuidados da criança, como a amamentação do bebê e o suporte do corpo da mulher para todas essas situações.

Enfim, a prática do Método Pilates assegura para a mulher em gestação uma convivência amigável com as alterações corporais nesse período, proporcionando a sensação de bem estar e qualidade de vida, assegurando a consciência corporal e o controle contra os riscos desse período, proporcionando saúde para a mulher e seu bebê.

A história do Método Pilates

Joseph Pilates, criador do Método Pilates, teve experiências terríveis na infância, tendo doenças como asma, raquitismo e febre reumática. Por isso, ele sempre foi uma criança que se exercitava, afim de melhoras as condições do próprio corpo e não se sentir preso a ele.  

Joseph sempre foi visto treinando de calção, pelo fato de possuir raquitismo e consequente deficiência em vitamina D, o que o deixou conhecido por esse estilo de roupa.

Em seguida, Joseph Pilates começou a estudar de forma profunda as ciências biológicas do corpo humano, como a anatomia, a fisiologia, a Medicina Tradicional Chinesa (MTC), física e biologia.

Ele procurava ciências que mostravam tudo sobre o funcionamento do corpo humano de forma conjunta.  Em 1912, o jovem Pilates se mudou para a Inglaterra, virou lutador de boxe em Londres e ensinou defesa pessoal para a polícia metropolitana de lá.  

Preso por ser alemão na Primeira Guerra Mundial, o jovem Pilates ensinou aos prisioneiros, inclusive os doentes, técnicas do próprio método para se exercitarem enquanto estavam isolados do resto do mundo.

Após ser libertado, lançou as técnicas que eram chamadas de Contrologia, referentes ao controle da mente sobre o corpo, nome que depois foi adaptado para Pilates.

Em 1967, aos 83 anos, Joseph Pilates morreu por complicações em um incêndio dentro de seu estúdio, mas sua esposa continuou disseminando o método ao resto do mundo.

Saiba mais: O que é o Pilates?

Conheça outras opções de Pilates:

Solicitar mais informações
omega4omega4omega4
Endereço Omega4 Estúdio do Corpo
Rua Osório Duque Estrada, 35 - Paraíso - São Paulo
11 2386-9717 | Whatsapp 11 94048-3704
contato@omega4.com.br