Benefícios do Pilates para terceira idade

Você quer saber quais são os principais Benefícios do Pilates para terceira idade? Veio ao lugar certo!

Benefícios do Pilates para terceira idade

Quais são os principais benefícios do Pilates para terceira idade?

Sábias palavras: “Se aos 30 anos você está sem flexibilidade e fora de forma, você é um velho. Se aos 60 anos você é flexível e forte, você é um jovem” (Joseph Pilates). Não é de hoje que as pessoas da terceira idade estão buscando se manter mais ativo para cuidar cada vez mais da saúde. E os benefícios do Pilates para terceira idade podem ser de grande ajuda nessa fase da vida!

Porém por mais saudável que se viva, os idosos vivem com um desgaste progressivo do corpo, e por isso merece um olhar diferenciado na prática de qualquer tipo de esporte, inclusive no Pilates.

O que poucos sabem, é que muitos especialistas descrevem o Pilates como um benefício do Pilates para terceira idade, pois além de trazer estes benefícios do Pilates para terceira idade que iremos explicar, é essencial que continue se exercitando na terceira idade. Isso porque a falta de cuidados e prevenção pode trazer dores, insônia, dependência de terceiros, sem falar dos acometimentos neurológicos, como o Alzheimer, o Parkinson, derrames cerebrais, etc.

O Método Pilates foi idealizado por Joseph Pilates e é um programa completo de condicionamento físico e mental que tem como objetivo melhorar o equilíbrio entre a performance e esforço, através da integração do movimento, a partir do centro estável e sinestesia realçada. Trabalha o corpo como um todo, corrige a postura e realinha a musculatura, desenvolvendo a estabilidade corporal necessária para uma vida mais saudável e longa.

Benefícios do Pilates: quais são os principais?

Do Oriente, Pilates trouxe as filosofias de contemplação, relaxamento e a ligação entre corpo e mente. Do Ocidente, trouxe a ênfase no enrijecimento muscular e a força, a resistência e a intensidade de movimento. Seu método utiliza o corpo inteiro, e não apenas uma parte dele. Usando o corpo inteiro, equilibra-se o uso de grandes músculos superficiais com profundos e pequenos músculos de resistência, responsáveis por manter a força interior.

Seus princípios são: relaxamento, concentração, alinhamento, respiração, coordenação e resistência.

beneficios-do-pilates-para-terceira-idade
Benefícios do Pilates para terceira idade. (Foto: Divulgação)

O benefício deste método para terceira idade é: aumento de força, maior controle muscular, integração corpo e mente, melhora da capacidade respiratória, aumento da flexibilidade, fortalecimento, correção da postura, reestruturação do corpo, prevenção de lesões, aumento da consciência corporal, aumento da autoestima e alivio de dores musculares.

Pilates considerou a área abdominal em conjunto com os músculos profundos da coluna, bem como os centros de força do corpo, “casa de força” (Powerhouse) que é a área entre as costelas superiores e a pélvis.

Um dos princípios fundamentais do método Pilates é que a “casa de força” é o centro de todo movimento: quanto mais forte a casa de força, mais poderoso e eficiente é o movimento. Portanto, antes de cada exercício de Pilates, um centro é recrutado, empurrando delicadamente o umbigo e contraindo os músculos profundos do abdômen. O objetivo é manter o centro corporal estável enquanto os movimentos de braços e pernas são executados com precisão.

Confira o Pilates para seu perfil! 

Os três músculos abdominais (o reto abdominal, os oblíquos externos e internos e o transverso abdominal) trabalham com os músculos da coluna (os mais importantes são os multífidos e o quadrado lombar) para formar o centro de força. Os praticantes do método Pilates também incluem o assoalho pélvico na “casa de força” pela forma que este arranjo de músculos e ligamentos conecta-se ao sistema nervoso central dos músculos profundos abdominais. Localizados na parte de baixo da pélvis, o assoalho pélvico consiste de músculos utilizados para controlar o fluxo da urina e impurezas sólidas do corpo. Fortalecer estes músculos nas pessoas idosas é importante, pois neste período a incontinência urinária e fecal é muito frequente.

Benefícios do Pilates para terceira idade: Influência na Postura

A postura incorreta faz mais do que diminuir a autoconfiança e a dignidade: obstrui a respiração, tenciona os músculos e ligamentos e pode afetar adversamente as articulações da coluna, propensas a artrite, artrose e dor generalizada. As alterações de postura do idoso são: cifose constituída pela cifose dorsal e cervical, a cabeça é projetada para frente e os ombros ficam cronicamente curvados, repuxando apenas os músculos do pescoço, diminuição da curvatura lombar, aumento do ângulo de flexão do joelho e o deslocamento da articulação coxofemoral para trás e a inclinação do tronco para frente.

A rigidez articular e muscular que se instala nos idosos será trabalhada através dos exercícios do método Pilates, assim como a tensão em trapézios e para vertebrais que em conjunto com a “casa de força” levará a uma postura mais alongada.

Vários músculos do sistema respiratório estão inseridos nas vértebras lombares e cervicais e nas costelas influenciando a postura. O diafragma é um músculo respiratório que separa o tórax do abdômen. Quando a “casa de força” nos exercícios do método Pilates é acionada através da respiração, o diafragma é trabalhado levando inclusive a um relaxamento e gerando uma postura correta.

Benefícios do Pilates para terceira idade: Influência na flexibilidade

Nos exercícios de Pilates para terceira idade os alongamentos são estimulados sempre, levando a uma maior flexibilidade do corpo. Com o envelhecimento, torna-se maior o número de ligações de colágeno intra e intermolecular, o que dificulta o “deslizamento” das proteínas. O tecido fica mais rígido, menos elástico e mais propenso a lesões. Com um estilo de vida pouco ativo, o envelhecimento, a imobilização e as doenças neuromusculares diminuem o tamanho e a quantidade de tecido colágeno. Consequentemente, o tecido muscular se enfraquece e a elastina aumenta proporcionalmente. Dessa forma, o tecido combina a elasticidade com a fraqueza.

Assim, observamos que os exercícios de Pilates trás benefício ao idoso com diabetes trabalhando com alongamentos e exercícios de força para melhorar a flexibilidade e a força em ombros e tendões. Articulações mal alinhadas e frouxas facilitam a instalação de lesões e osteoartroses nos idosos. Há revisões em que se observou que lesões nos ligamentos colaterais e lesões do menisco associavam-se ao desenvolvimento da osteoartrose em idades prematuras.

Instalada a osteoartrose no joelho e quadril, ela aumenta o custo energético para determinado esforço, dificultando a subida e descida de escadas. Em algumas situações, pode impedir a movimentação até em atividades simples como jardinagem e passeios em parques. O idoso consegue eliminar a rigidez da osteoartrose e grande parte da dor mediante a pratica contínua de exercícios de Pilates, ativando assim a circulação e diminuindo os espasmos musculares.

É importante para a terceira idade manter índices de flexibilidade, porque com isso consegue-se interromper a redução natural da flexibilidade. Assim os efeitos dos exercícios de alongamento são positivos

Na osteoporose há muita fragilidade do esqueleto e maior suscetibilidade à fratura após pequenos traumas, além de dores nas costas devido a contraturas musculares ou por micro fraturas e deformidade da coluna com diminuição da altura da pessoa. Geralmente o fêmur e a coluna são as mais acometidas.

Nos exercícios de Pilates trabalha-se com exercícios de fortalecimento dos músculos envolvidos com estas estruturas e de extensão da coluna visando melhora da força muscular, condicionamento físico e coordenação na terceira idade.

O método Pilates para terceira idade é uma das melhores alternativas para o público nessa fase da vida, pois combina exercícios com baixo impacto, trabalha os músculos específicos a cada necessidade, a coordenação e o fortalecimento, além da conservação da massa muscular e condicionamento cardiovascular. O Pilates para idosos é um exercício físico que não apresenta muito impacto, o que o torna seguro. O método trabalha em áreas do corpo que são fundamentais para qualquer pessoa, principalmente na terceira idade.

Trabalha principalmente corrigindo a postura, ativando a circulação e tencionando os músculos, através de exercícios de alongamentos, que estimulam o corpo a obter uma maior flexibilidade, recuperando articulações propensas à artrose e dores generalizadas. Além disso, trabalha os músculos profundos, incluindo os que controlam o fluxo da urina e impurezas sólidas do corpo, prevenindo a incontinência urinária e fecal, muito frequente nessa idade.

Nessa fase da vida existem diversas limitações em atividades diárias, como sentar e levantar, amarrar um tênis, dentre outros e o Pilates pode tornar essas tarefas mais fáceis de ser realizadas. O benefício do Método Pilates para terceira idade inclui aumento da densidade óssea, melhoria da flexibilidade nas articulações e postura, aumento da capacidade respiratória e cardiovascular, proporcionando satisfação total aos praticantes que desejam obter melhoria da qualidade de vida.

Confira os benefícios do Pilates para terceira idade:

  • Alívio da dor
  • Prevenção de lesões
  • Melhora dos reflexos
  • Maior percepção dos movimentos
  • Melhora do equilíbrio
  • Melhora da velocidade de andar
  • Melhora da autoestima
  • Diminuição da depressão
  • Fortalece os músculos das pernas e costas
  • Ajuda no controle do Diabetes, artrite e doenças cardiovasculares
  • Melhora as reações posturais.

Tendo em vista o que a idade faz com nosso corpo e mente o Pilates para terceira idade é uma ótima alternativa, recomendada por médicos, para quando a idade chega. Nós, instrutores, sabemos que quanto mais cedo o aluno ou paciente começa a cuidar de sua saúde, com alimentação e exercícios físicos, melhor o benefício.

Sendo assim cabe a nós passar corretamente os exercícios direcionados ao público de terceira idade, para que eles alcancem os objetivos que buscam quando começam a praticar. Se tudo for realizado da melhor forma, os benefícios citados vão ser alcançados e a qualidade de vida vai aumentar muito.

Como prova do quão bom pode ser, o criador do método, Joseph Pilates, praticou Pilates com até mais de 80 anos. Pessoas próximas a Joseph relataram que ele era tão ágil quanto um adolescente.

A chegada da chamada melhor idade traz a necessidade de atenção específica à saúde e aos exercícios físicos de qualquer pessoa. A composição óssea e o tônus muscular e dos ligamentos, além do equilíbrio postural, tendem a perder qualidade com o passar dos anos. Por isso, a prática de Pilates para terceira idade é fundamental para restaurar a qualidade de vida e preservá-la ao longo dessa nova e delicada fase.

Um exercício perfeito quando a atenção precisa ser redobrada: confira os benefícios do Pilates para terceira idade

O Pilates, diferentemente de outros exercícios e práticas físicas, é perfeito para essa fase da vida, em virtude de sua filosofia. Trata-se de uma modalidade que não causa impacto, já que seus movimentos utilizam a própria anatomia dos músculos humanos. Assim, até mesmo os idosos mais debilitados podem se beneficiar, tendo em vista que eles ganharão qualidade de vida ao passo em que corrigem seus vícios e seus problemas de saúde.

Os movimentos não são repetitivos, de modo que todos os músculos do corpo são exercitados, de formas diferentes e adversas ao longo das aulas. Assim, os idosos poderão fortalecer sua postura, suas juntas, suas articulações, seu equilíbrio, sua flexibilidade e sua coordenação motora, tudo isso enquanto eles movimentam seu corpo e desestressam a mente. Logo, para a melhor idade ficar ainda melhor, conte com as vantagens e os benefícios do Pilates para terceira idade!

Com seu foco na respiração controlada e na qualidade do movimento não na quantidade de repetições, muitos especialistas concordam que o Pilates é uma das melhores maneiras de os idosos permanecerem saudáveis em sua melhor idade.

“Segundo a OMS, idosos fisicamente ativos tem a menor prevalência de depressão se comparado a idosos que não praticam atividade física. A autoestima está diretamente ligada a isso. Idosos depressivos têm a autoestima baixa e o Pilates pode ajudar na independência funcional, possibilitando que ele faça suas atividades diárias com autonomia”.

SOBRE A OMEGA4

A Omega4 oferece diversos serviços para que você possa tratar o seu corpo como ele merece. Com estética completa, exercícios físicos e massagem, é impossível você não amar!

Saiba mais!
CONTEÚDOS RELACIONADOS